Pionerismo e inovação são marcas registradas do Grupo Cortel, desde a sua fundação em 1963. Hoje é líder nacional no segmento de cemitérios e crematórios, administrando oito cemitérios, uma funerária, uma farmácia e três crematórios. Empreendimentos localizados em Porto Alegre e região Metropolitana, Vale dos Sinos, Rio de Janeiro e Manaus.

SÍNTESE DO DESAFIO

Atuando num segmento extremamente complexo o Grupo Cortel decidiu evoluir o design de sua marca e mais ainda: trabalhar um novo posicionamento, que fosse mais contemporâneo e que pudesse integrar interna e externamente todo o Grupo. O principal objetivo proposto pelos acionistas era criar uma identidade corporativa que unificasse a ideia de Grupo pois, os diversos empreendimentos já possuíam imagem consolidada individualmente, mas fragmentada em termos de Grupo. A primeira tarefa (realizada pela Bendito Design) trabalhou com a essência da marca criada em 1963: mantendo como elemento-chave a figura do “João de Barro”.

A segunda tarefa, incumbida à Vossa, foi a criação de um posicionamento – que contribuísse para a consolidação da ideia de Grupo e demonstrasse claramente qual o propósito dos diversos empreendimentos para com os diversos públicos de interesse.

 

estrategia

ESTRATÉGIA

1. Novo design de marca com a mesma identidade aplicada nas assinaturas de todos os empreendimentos e uma assinatura guarda-chuva para o Grupo Cortel;

2. Posicionamento e linguagem de comunicação. A partir de uma pesquisa qualitativa realizada internamente e externamente a Vossa propôs como base de posicionamento do Grupo Cortel a sua visão de prestação de serviços focada no ser humano, na valorização das relações humanas no momento sempre particular, que é o momento do sepultamento de um ente querido. A recomendação foi que a organização se unificasse de modo a ser percebida como um “grupo de serviços funerários de excelência, líder na preservação da história, da memória e no respeito incondicional à diversidade humana”. E como slogan foi proposto: “A História Viva de Todos Nós.”

TÁTICAS

Utilização de posições nobres de jornal com forte impacto de mídia, patrocínio de coluna no principal jornal do Estado e forte cobertura de mídia externa em pontos nobres da capital.

RESULTADOS

Por se tratar de um reposicionamento institucional, ainda é prematuro qualquer afirmação sobre resultados desses dois movimentos estratégicos realizados pela organização. De qualquer maneira já é possível afirmar que junto ao público interno os indicadores de satisfação e orgulho de pertencimento (que já era significativo) se fortaleceram. Junto aos demais stakeholders é possível concluir que o nível de aceitação e adesão ao novo posicionamento foi plenamente satisfatório, pois todas as manifestações e considerações foram marcantemente positivas e motivadoras.

Gostou?

Compartilhe nas redes sociais

Interessado?

Vamos conversar sobre o seu projeto.

FALE CONOSCO